Dióxido de Titânio x Carbonato de Cálcio na formulação de esquadrias de PVC

Dióxido de Titânio x Carbonato de Cálcio na formulação de esquadrias de PVC

Manual do Comprador
04 de dezembro, 2019

Em algumas reuniões que realizo, observo que a maioria dos compradores considera esquadrias de PVC uma commoditie, e por isto, pouquíssimos são aqueles que procuram conhecê-las tecnicamente.
Não entender profundamente sobre este material pode trazer um grande prejuízo para o seu empreendimento no futuro.

Se você souber responder a primeira e única pergunta técnica que farei abaixo, este artigo não é para você, porém se não souber, eu recomendo muito que você o leia.
Você sabe qual a porcentagem de Dióxido de Titânio e de Carbonato de Cálcio presentes nos perfis de PVC de todos os fornecedores que você negocia?

Muitos fornecedores de perfis de PVC omitem esta informação pois um destes componentes é responsável por baratear e reduzir a qualidade do produto absurdamente.
Neste artigo explicaremos a você, em detalhes, os segredos que todo comprador deve saber antes de negociar esquadrias de PVC.

Aqui nós ajudamos você! Aqui nós vamos direto ao ponto! 

De início precisamos entender que uma commoditie corresponde a produtos de qualidade e características uniformes, que não são diferenciados de acordo com quem os produziu, tendo seu preço determinado pela oferta e procura internacional. Logo, se existem preços diferentes entre fabricantes de esquadrias de PVC, é por que existem diferenças na qualidade da matéria prima, acessórios, ferragens, processos de fabricação, entre outros fatores.
Sabendo disso, hoje iremos falar apenas de um dos segredos que que a grande maioria dos compradores desconhece.

Dióxido de Titânio x Carbonato de Cálcio

O Dióxido de Titânio (TiO2), um dos elementos mais caros na formulação do PVC, protege o PVC na cor branca contra o amarelamento, atuando como um branqueador e protetor das radiações UV, possui entre 80 e 85% de poder refletivo da luz.
A norma de utilização diz que para países com baixa incidência solar, como a Europa, é exigido o mínimo de 3,5% de TiO2 na composição. Para países tropicais, com alta incidência solar, como o Brasil, a norma especifica no mínimo 6% de Dióxido de Titânio. A marca DECEUNINCK por exemplo, usa no Brasil a linha Tropical, cuja fórmula contém 8% de Dióxido de Titânio, garantindo elevada resistência química à maresia.

Já o Carbonato de Cálcio (CaCO3), um dos compostos mais baratos na formulação do PVC, tem como finalidade melhorar a resistência do perfil à abrasão e deve ser usado em quantidades inferiores a 5%.

Existem centenas de perfis no mercado que estão sendo comercializados em grandes quantidades, que contém Dióxido de Titânio abaixo do mínimo necessário e Carbonato de Cálcio muito acima do recomendado. Exemplo disso são os perfis em circulação que possuem 30% de Carbonato de Cálcio em sua formulação; quantidade responsável apenas por baratear o produto.
Esta quantidade torna o produto opaco, rugoso, quebradiço, com menor adesão na termo-solda (menor tensão de solda), em que a partir do segundo ou terceiro ano de exposição ao sol, gera transtornos com relação ao seu amarelamento.

Algumas considerações prévias pré cálculo:

• Considerar que um excelente perfil de PVC deve possuir 5% de Carbonato de Cálcio e 95% de outras resinas e aditivos tão caros quanto (por exemplo o Dióxido de Titânio).
Observação: Esta quantidade de Carbonato de Cálcio é aceitável e bastante útil para uma extrusão de perfis de qualidade.

• Considerando também que a resina de PVC custa $ 1.000 a tonelada e que o Carbonato de Cálcio custa entre 2% - 5% do valor da resina de PVC, sabemos que o Carbonato de Cálcio custa $ 50,00 a tonelada.

Um perfil de qualidade excelente, nestas condições, custará $ 952,50, um valor bastante justo.

 

Agora, se a proporção de Carbonato de Cálcio utilizada pelo fabricante for de 30%, a esquadria terá seu custo reduzido em 25% com relação ao perfil de qualidade superior.

 

A Deceuninck

Fundada na Bélgica, a empresa é líder entre as fabricantes mundiais no desenvolvimento de perfis para janelas e portas de alta qualidade. Operando em mais de 91 países, ajuda a construir projetos sustentáveis pelo mundo. Desde 2004, a Deceuninck fabrica produtos ecológicos através do uso de TPE 100% reciclável, não utilizando chumbo ou produtos similares. Fabrica perfis com estabilizadores de cálcio e zinco, que não afetam o meio ambiente. Seus produtos combinam tecnologia e sustentabilidade. testada e aprovada na Europa e nos Estados Unidos.

Conheça o nosso catálogo de produtos e escolha a melhor opção para sua obra. Nós da Libra somos especializados no trabalho com esquadrias de PVC da Deceuninck. Confira todas as opções no site.

Libra Soluções Construtivas
Libra Soluções Construtivas

Todo sonho é um projeto em construção.

Libra, realizando sonhos, construindo histórias!

Manual do Comprador
04 de dezembro, 2019